English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

terça-feira, 29 de novembro de 2011

MULHER VIRTUOSA


Amar a Deus como a pecadora que
ungiu os pés de Jesus (Lc 7.37-47).

Bendizer ao Senhor por seus benefícios,
como Débora depois da vitória (Jz 5.1,3).

Confessar a Cristo como Salvador,
ainda que em meio à indiferença
como Damaris (At 17.14).

Dar a Deus de nossos bens para a
obra do Senhor, como Suzana (Lc 8.3).

Ensinar a Palavra de Deus aos meninos,
como Lóide e Eunice (2 Tm 1.5).

Fiar-se nas promessas de Deus, como
Joquebede, mãe de Moisés (Êx 2.3,20).

Glorificar a Deus em seu corpo, em seu espírito,
como Maria, a Mãe de Jesus (Lc 1.46-56).

Hospedar os servos de Deus em nossa
casa, como a Sunamita (1 Rs 4.8-10).

Invocar o nome do Senhor em toda circunstância, como Ana, mãe de Samuel (1 Sm 1.2).

Juntar-se com o povo de Deus para adorá-lo, co-mo Lídia, a vendedora de púrpura (At 16.13-15).

Louvar a Deus por sua salvação, como Miriam, irmã de Moisés (Êx 15.21).

Mostrar aos outros o amor de Deus, como a diaconisa Febe (Rm 16.1,2).

Negar a si mesma e deixar tudo para servir ao Senhor, como Rute (Rt 1).

Oferecer nossa casa para culto de adoração a Deus, como Áfia, esposa de Filemon (Fil 1.2).

Pregar o Evangelho em todas as oportunidades que se apresentem, como Trifena e Trifosa(Rm 16.12).

Querer antes de tudo agradar a Deus, expondo a vida, como Priscila (Rm 16.3,4).

Receber os favores de Deus com gratidão e suas provações com paciência, como Noemi (Rt 1 e 2).

Servindo aos santos com amor, assim como ordenou o Seu Senhor (Ef 5.13c).

Trabalhar com fervor para a obra de Deus, como Pérsida (Rm 16.12).

Usar de todos os dons e atitudes que Deus nos tem dado para glorificar seu nome e fazer o bem aos nossos semelhantes, como Dorcas (At 9.36).

Ver em Cristo a única esperança da salvação, e ouvi-lo, como Maria, irmã de Lázaro (Lc 10.39) e Maria sua mãe (João 2.3-5).

Xale de oração é chamado também de Talit, em geral feito de linho, lã ou seda, com franjas do mesmo material. A mulher virtuosa descrita em Provérbios 31.10-31 conhecia e utilizava este material em seu lar. O uso desta peça requeria de cada israelita consagração pessoal a Deus e o cumprimento dos mandamentos. Que hoje cada cristão possa guardar a Palavra de Deus no coração e consagrar sua vida ao serviço de Deus e possa
 
 Zelar pela paz, como Abigail, a prudente (1 Sm 25).

terça-feira, 15 de novembro de 2011

feminilidade



A feminilidade é uma realidade projectada e criada por Deus - o seu dom precioso - e, sob um aspecto diferente, um presente gracioso também para os homens. A diferença entre homens e mulheres não é apenas uma questão biológica. Em todos os períodos da história da humanidade e até décadas recentes, o conceito geral era o de que as diferenças eram tão óbvias que não havia necessidade de comentá-las.... Contudo, nunca tanto quanto hoje se faz mais relevante o lembrete de Paulo aos cristãos de Roma para que os padrões do mundo não venham a moldar-nos, mas sim, que deixemos Deus renovar o nosso interior, a nossa mente (Romanos 12:1).


Nem o homem nem a mulher são suficientes para abrigar, sozinhos, a imagem divina (Génesis 1:27). Os dois, no entanto, representam a imagem de Deus - um deles, de uma forma especial, o iniciador; o outro, o correspondente. Deus fez Eva a partir do homem e trouxe-a para o homem. Quando Adão deu o nome a Eva, aceitou a responsabilidade de "desposá-la" - de ser seu provedor, protector e líder. A submissão é o ingrediente básico da feminilidade. Como noiva, a mulher no casamento abre mão da sua independência, do seu nome, do seu destino, da sua vontade e, por último, no quarto nupcial, do seu corpo para o noivo. Como mãe, ela abre mão, no real sentido, da própria vida em benefício da vida do filho. Como solteira, ela rende-se de forma ímpar para servir ao Senhor, à família e à comunidade.


A feminilidade é receptiva. Ela aceita o que Deus dá. Noutras palavras, as mulheres devem receber o que lhes é dado, seguindo o exemplo de Maria, e não insistir no que não lhes é dado, repetindo o engano de Eva. Isso não implica que a mulher deva submeter-se a perversidades, como coerções ou conquistas violentas. O espírito manso e tranquilo do qual fala Paulo é o ornamento da feminilidade (1Pedro 3:4), que encontrou o exemplo ideal em Maria, mãe de Jesus. Ela estava disposta a ser um vaso escondido. Esse tipo de maternidade está à disposição de toda a mulher que se humilha diante do Senhor, não para que desempenhe simplesmente um papel biológico, mas para que exerça uma atitude de abnegação e de submissão ao Senhor. O desafio da feminilidade bíblica é que nós sejamos mulheres realmente santas, que nada pedem a não ser o que Deus deseja nos dar, recebendo com ambas as mãos, e de todo o coração, seja o que for. A feminilidade é um tesouro precioso para ser guardado e acalentado a cada dia.



Fabiana Vargas

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Se feliz de verdade

Durante um seminário para casais, perguntaram à esposa:

"- Seu marido a faz feliz ? Ele a faz feliz de verdade? "
 
Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando segurança. Ele sabia que sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa lhe respondeu com um "Não", bem redondo...
 
"- Não, não me faz feliz"
 
Neste momento, o marido já procurava a porta de saída mais próxima quando veio a conclusão da resposta.
 
- Ele não me faz feliz... Eu sou feliz. O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele e sim de mim.
 
E continuou dizendo:

- Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância, sobre a face da terra, eu estaria com sérios problemas.

Tudo o que existe nesta vida muda constantemente... O ser humano, as riquezas, meu corpo, o clima, meu chefe, os prazeres, etc. E assim poderia citar uma lista interminável. Às demais coisas eu chamo "experiências"; esqueço-me das experiências passageiras e vivo as que são eternas amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.

Lembro-me de viver de modo eterno. Talvez seja por isso que quando alguém me faz perguntas como esta: "Você é feliz no seu casamento?" ou "Você é feliz?", gosto de responder com apenas uma frase, como se esta fosse à conclusão de todo o seminário, como se esta fosse à chave de toda a felicidade, de todo matrimônio e de toda vida humana; gosto de responder com aquela velha e famosa frase que ainda não conseguimos compreender:

"A felicidade está centrada em mim".

Há pessoas que dizem: "Hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque alguém não soube me dar valor..." *SEJA FELIZ* ,

Mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não o ame ou não lhe dê o devido valor. *SEJA FELIZ.* *Sempre.*
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...